13.1.18

Metas literárias

Oi, tudo bem?

Geralmente eu sempre faço uma lista de metas para 2018, e dentro desta lista tenho algumas metas referentes à leitura.

Este ano coloquei novamente como meta ler (ou tentar) pelo menos 25 livros. Ano passado consegui ler 20.




Também quero ler mais livros de autores brasileiros. Outra meta que coloquei é ler um conto de Machado de Assis por semana.

E também quero ler mais livros técnicos da minha área (para quem não sabe, sou formada em Letras).




Ainda não comecei a ler nenhum livro novo, apenas estou continuando alguns inciados ano passado. Mas espero ler vários para poder compartilhar aqui com vocês alguns deles <3


E vocês? Fazem metas literárias? Contem nos comentários.


Espero que tenham gostado, beijos.

Acompanhem-me nas redes sociais: Facebook / Instagram / Instagram pessoal / Youtube
Também estou no snapchat: andressabruske

8.1.18

Diário de intercâmbio #3: vlog em Munique

Oi, pessoal. Tudo bem?

Então, quero continuar falando da minha viagem. Sim, sei que já faz um tempinho que voltei, mas tenho tanta coisa pra falar ainda hahaha (alô, geminiana na área). E também escrevendo aqui é um jeito de registrar estes momento incríveis que vivi durante o intercâmbio.


No meu mais recente vídeo que está no canal do blog, postei o vlog de quando fui para Munique. Então vou contar por aqui um pouquinho de como foi.



Quando eu fui para Londres eu tinha decidido que viajaria para outro país enquanto estivesse lá, estava em dúvida entre França e Alemanha. Como eu iria viajar sozinha, optei por ir pra Alemanha, que também era um sonho conhecer e como tenho uma amiga que mora lá (Beijo Kika <3) escolhi a cidade de Munique.



Eu já tinha reservado o hotel antes de ir para Londres, e decidi comprar as passagens só quando estivesse lá, vai que desse treta na imigração, né?

Lembro que eu estava na fila do Madame Tussauds (fiquei três horas na fila hahaha), quando comprei as passagens. Deu um medinho, fiquei pensando muito se eu iria encarar isso, mas eu sabia que se voltasse pro Brasil e não tivesse ido pra Munique eu iria me arrepender.




Na sexta-feira fui dormir na casa da Debora (saudadesss), pois minha acomodação era muuuito longe do aeroporto. Então no sábado (22/04) Acordei cedinho, fui pegar o trem para ir pro aeroporto.

Cheguei na estação e o trem tinha acabado de sair, o próximo só vinha em 20 minutos, já achei que ia perder o voo kkkk. Aguardei, peguei o trem e quando cheguei em outra estação decidi pegar um trem diferente que iria direto para o aeroporto, maldita hora que decidi isso né. Eu estava toda perdida kkk, pedi informação para um rapaz que também aguardava. Sorte que ele foi prestativo, viu que eu tava toda perdida e me ajudou.




Daí peguei o trem, mas achei estranho porque eu não sabia se a gente comprava o ticket depois ou antes, daí veio vindo um senhor pedindo o ticket, já achei que ia rolar aquela cena de filme e eu seria expulsa do trem. Mas dava pra comprar na hora kkk paguei caro pra caramba.

Bom, tentando resumir mais um pouco, saí do trem correndo porque o aeroporto é enorme, andei andei andei, já quase chorando achando que perderia o voo, mas deu tudo certo. Chegando lá foi outro drama, fiquei com medo da imigração, mas graças a Deus deu tudo certo.

Fui comprar o ticket do trem para ir pro centro de Munique e a máquina não aceitava o dinheiro haha sério, ela "cuspia" fora meus euros kkk outro momento dramático. Depois de umas dez tentativas deu certo.










































Eu não entedia nada de alemão, mas consegui chegar na Marienplatz, lá esperei pela Kika e então fomos passear e almoçar.

Foi um dia de muitas emoções ahahha primeiro por todo esse drama. E depois por conhecer esses lugares incríveis. Passeamos durante a tarde, tive a melhor guia possível hahaha.




No domingo eu saí sozinha, outro drama né. Mas consegui chegar no Olympiapark e deu tudo certo. Estava muito frio. Pude conhecer mais alguns lugares lindos.


















Neste momento da foto acima, lembro que o sol estava começando a sair, então sentei no banco para ver se conseguia me esquentar um pouco. Então, guardei o celular no bolso e fiquei só curtindo o momento. Observando as pessoas, admirando a paisagem, refletindo sobre tudo, realmente só vivendo o momento.




Depois de almoçar, fui para o aeroporto. Outro drama era encarar a imigração em Londres novamente hahaha. Mas foi bem tranquilo, bem melhor do que a primeira vez. Então peguei o metrô e fui para minha homestay. Cheguei era quase meia noite, muita cansada, mas muito feliz pela aventura.


Espero que tenham gostado, beijos.

Acompanhem-me nass redes sociais: Facebook / Instagram / Instagram pessoal / Youtube
Também estou no snapchat: andressabruske

4.1.18

Feliz 2018 + volta do blog

Oi, pessoal. Tudo bem?
Quanto tempo que não escrevo por aqui, né?

Abandonei por um tempo o blog por falta de tempo e inspiração. Mas tenho muita vontade de continuar, porque aqui é um espaço que adoro!

Então, tentarei postar com mais frequência por aqui.






Também gostaria de falar que 2017 foi um ano incrível, pude realizar o sonho de fazer intercâmbio, conheci tantas pessoas especiais, aprendi tanta coisa! Só tenho a agradecer por todos momentos.


E desejo que 2018 seja incrível para todos nós!! Feliz 2018 <3


Acompanhem-me nas redes sociais: Facebook / Instagram / Instagram pessoal / Youtube
Também estou no snapchat: andressabruske


28.9.17

Meu Kindle Paperwhite

Olá, pessoal. Tudo bem com vocês?

Quanto tempo que não apareço por aqui né kkk. Falta de tempo e inspiração para escrever... faz parte, né?

Bom, mas hoje estou aqui para compartilhar um pouco da minha experiência com meu novo baby: meu Kindle.



Fazia alguns meses que eu estava namorando um Kindle, porém nunca dava para comprar porque tinha outras coisas em prioridade para pagar kkk. Até que um dia vi que estava com um pequeno desconto, e resolvi comprar.

Mas explicando primeiro: o que é um Kindle? É um leitor digital, um aparelho que você utiliza para ler e-books.



Eu sempre gostei (na verdade, ainda gosto) de ter e ler os livros físicos, porém tem vários livros (principalmente mais técnicos, de estudo, etc) que quero ler que são MUITO mais baratos em e-book e acho mais prático também. Por isso me rendi hahaha. Eu continuo amando os livros físicos (e comprando também), mas estou gostando bastante da experiência com o leitor digital.

O modelo que eu comprei foi o Kindle Paperwhite, escolhi esse porque ele vinha com luz interna embutida. Pesquisei bastante, e vi vários relatos que este era melhor, e realmente concordo. Melhor pagar mais caro, mas ter essa iluminação interna.








No Kindle você pode fazer marcações dos trechos que você mais gostou, se você "apertar" em cima de uma palavra aparece a definição dela.

Também aparece o quanto você já leu do livro em porcentagem, quanto tempo ainda para terminar o capítulo e o livro, etc.

Como já disse, estou gostando bastante da experiência de leitura digital.



Espero que tenham gostado, beijos.

Acompanhem-me nas redes sociais: Facebook / Instagram / Instagram pessoal / Youtube
Também estou no snapchat: andressabruske